Travessia da Serra Fina, de 24 a 27/06.

0
122

VAGAS: 4

A TRILHA

Saída: 24/06/2024
Chegada: 27/06/2024

Dificuldade:
Nível 7 - Intermediário

Investimento:
R$ 700,00

Sobre a Trilha

Informações básicas:
Quando: De 24 a 27/06/2024.
Distância total: 39,357 km a pé, distância aferida por GPS 66i Garmin.
Vagas: 3
Encontro: Na Pousada Trilhas da Mantiqueira (3592066847), em Passa Quatro MG até às 22:00 do dia 24/06. Há ônibus diário entre a capital de São Paulo x Passa Quatro (viação Cometa).
Final do trekking: Até às 16:00 do dia 27/06 no Hostel Picus em Itamonte MG.
Nível do trekking: Intermediário 7. Requer um bom preparo físico, equipamentos técnicos e vestuários adequados para frio.

Reserva da vaga (obrigatória):
Acima nesta página no botão RESERVE JÁ.
Entraremos em contato via WhatsApp cadastrado.

Valores por participante:

R$ 700,00 para inscritos no Clube Trekking Fidelidade.
R$ 1000,00 via PIX para participantes de fora do Clube.
R$ 1.042,00 no cartão de crédito para participantes de fora do Clube.

Informações para inscrição no Clube Trekking Fidelidade:
https://clubetrekking.com.br/como-participar/

Está incluso:
• Seguro individual
• Liderança do Tiago Korb
• Kit de primeiros socorros
• Fotos digitais da atividade feitas com câmera profissional.
• Rastreamento seguro a cada 10 minutos via Garmin inReach. Seus familiares saberão onde você está.

Não está incluso:
• Equipamentos e vestuário de uso pessoal.
• Transfer no final da travessia a partir do Hostel Picus.
• Alimentação. Cada um será responsável por preparar a sua.
• Hospedagem na pousada Trilhas da Mantiqueira (R$ 125,00).
Taxas diárias de uso da trilha e acampamentos, R$ 235,00 para participantes em barraca com 2 pessoas ou R$ 336,00 para o uso de barraca individual.

Informações complementares sobre a travessia:
Informações gerais
Equipamentos mínimos
Termo de responsabilidade

Dúvidas e informações:
@clubetrekking no Instagram.
Facebook do Clube Trekking.
E-mail: trilhas@clubetrekking.com.br
Telefone: 55 98407 1646 (WhatsApp)

Pontos visitados

A Travessia da Serra Fina exige experiência, planejamento e bom preparo físico e psicológico. Entretanto, é muito recompensadora por passar por muitos dos atrativos da Serra Fina. Possui muitos trechos de caminhada acima de 2.000 m, através das cristas que formam a divisa dos Estados de MG, SP e RJ, oferecendo belos visuais do Vale do Paraíba e das montanhas de MG.

734ª Trilha - Travessia Transmantiqueira_155
1

3 Dia - 07.08.2015_30

No primeiro dia o início do percurso na Portaria Toca do Lobo, situada no município de Passa Quatro. Após um curto trecho de caminhada chega-se à Toca do Lobo, onde também é feita a travessia de um riacho. Depois de caminhar por um trecho de floresta de montanha, chega-se às cristas do maciço, onde se caminha por campos de altitude com impressionantes vistas para o Vale do Paraíba, montanhas de MG e o próprio Pico do Capim Amarelo, trecho conhecido como Passo dos Anjos. Depois se chega ao Pico do Capim Amarelo (2392 m) onde será o acampamento.

No segundo dia segue-se o caminho em subidas e descidas, sempre acima de 2000 m, muitas vezes em meio a florestas de “bambuzinhos”. Passa-se por vários picos, como Maracanã e Melano, até chegar à Pedra da Mina (2798 m) onde será o acampamento.

O terceiro dia inicia-se com a descida da Pedra da Mina e a travessia do Vale do Ruah. A caminhada segue alternando entre campos de altitude, formações rochosas  (que muitas vezes requerem “escalaminhadas”) e as cristas características. Passa-se pelo pico Cupim de Boi (2530 m), encerrando com a ascensão do Pico dos Três Estados (2665 m) onde será o último acampamento.

O quarto dia inicia-se a descida do Pico dos Três Estados, e uma última ascensão à última montanha do complexo, o Alto dos Ivos (2530 m). Após sua subida, o caminho segue descendo rumo à Nativa Serra Fina.

734ª Trilha - Travessia Transmantiqueira_137
2
3

 

O que levar

  1. Barraca três estações pesando no máximo 2,5 kg e com capacidade para no máximo 2 pessoas.
  2. Mochila semi cargueira ou cargueira com barrigueira adequada ao transporte de peso.
  3. Saco de dormir com temperatura de conforto de 0 ºC.
  4. Isolante térmico adequado a temperatura noturna.
  5. Anoraque impermeável e respirável com capuz.
  6. Vestuário adequado a prática esportiva e ao clima no período.
  7. Se desejar refeições quentes leve fogareiro, cartucho à gás, panela e utensílios.

Itens obrigatórios:
1. Shit tube: Recipiente com volume de 1 litro, cal virgem, jornal e sacola plástica.
2. Cobertor de emergência aluminizado.
3. Lanterna de cabeça com pilhas reservas.
4. Apito
5. Smartphone com aplicativo de navegação em trilhas.

Em caso de dúvidas nos consulte. Enviaremos por e-mail um checklist para os participantes que confirmarem vaga.

Informações técnicas

Altimetria da travessia: aclive acumulado de 2995 metros e declive acumulado de 2410 metros, portanto, trekking com muitíssima subida e descida acumuladas, recomendo o uso de um bastão de trekking.
Ponto de menor elevação: 972 metros de altitude. Ponto de maior elevação: 2798 metros de altitude. Altitude média: 2006 metros.
Inclinação máxima de aclive 45,2%. Inclinação máxima de declive -40,7%.
Média de inclinação aclive/declive: 13,6% e -13,5% respectivamente.

Outras informações

Condutor desta travessia:
Tiago Korb

Guia há 17 anos.
Montanhista desde 2001.
Conduziu até hoje 1469 eventos.
Guiou 45 cumes andinos acima dos 6000 metros.
Mais de 250 travessias realizadas no Brasil, Chile e Argentina.
Proprietário do Clube Trekking Santa Maria e da Loja Bota na Trilha.

Regulamento do evento:
1. A travessia será realizada com grupo mínimo de 1 cliente e no máximo 3 clientes.
2. Conforme condições climáticas, rendimento do grupo e outros motivos de força maior, o percurso da travessia poderá ser alterado. Seja para a segurança de todos ou para manter o horário do retorno.
3. Política de cancelamento ou desitência: https://clubetrekking.com.br/dicas-e-tecnicas/cancelamento-desistencia/
4. As atividades do Clube Trekking são do tipo trekking, ou seja, são caminhadas pesadas em ambientes naturais (não é passeio). Não é uma atividade física recomendada para pessoas com obesidade, problemas cardíacos, lesões de qualquer tipo como nos joelhos/articulações, diabetes, osteoporose e outras doenças graves. Por se tratar de um esporte de aventura o participante está exposto à riscos, tais como: quedas ocasionadas em locais escorregadios ou aclives/declives acentuados, picadas de insetos ou animais peçonhentos, mordida de cachorro, arranhões, alergias devido a flora e fauna, afogamento, hipotermia ou hipertermia dependendo das condições climáticas, etc. Portanto, é necessário atenção e seguir à risca as informações que o condutor repassar sobre a segurança no local. Verifique sempre se seu condicionamento físico é compatível com o nível do evento.
5. É proibido durante a atividade o uso de cigarro, álcool, substâncias ilícitas e som de celular/caixas de som.