Cerro Plata 5943 m – Argentina, de 17 a 25/02/2025.

0
9562

VAGAS: 4

A TRILHA

Saída: 17/02/2025
Chegada: 25/02/2025

Dificuldade:
Nível 8 - Intermediário

Investimento:
R$ 9.300,00

Sobre a Trilha

O Cordon del Plata é uma linda e acessível cadeia de montanha localizada nas proximidades da cidade de Mendoza. O ponto culminante desta cadeia é o Cerro Plata, objetivo principal da viagem com 5943 metros de altitude. Este é o ambiente perfeito para aqueles que estão querendo iniciar em alta montanha e aprender como se faz.

A estratégia de aclimatação irá possibilitar a todos os participantes conhecerem outras montanhas desta região, são elas: Lomas Blancas (3650 m), e Cerro Adolfo Calle (4260 m). Na sequência seguiremos o estilo Alpino para ascender ao Cerro Plata, ou seja, caminhando sempre para altitudes maiores, já que estaremos bem aclimatados. Está é uma bela oportunidade para conhecer a Cordilheira dos Andes e uma preparação para alcançar montanhas maiores.

Além da ascensão ao Cerro Plata este evento tem como objetivo de tentar transmitir todo o conhecimento que adquirimos depois de algumas expedições aos Andes, assim assuntos como logística, equipamentos, estudo da rota, aclimatação, saúde, alimentação e outros serão discutidos antes e durante o evento.
Consulte-nos para outras datas para grupo privado.

Informações básicas:
Quando: De 17 a 25/02/2025.
Encontro: Em Mendoza na Argentina.
Distância total: 56,527 km a pé, distância aferida por GPSmap 66i Garmin.
Duração: 9 dias. Informações detalhadas no descritivo abaixo.
Nível do trekking: Intermediário 8

Requisitos:
• Experiência em montanha de altitude.
• Preencher a anamnese, preencha aqui.
• Ter um bom treinamento cardiovascular.

Reserva da vaga (obrigatória):
Acima nesta página no botão RESERVE JÁ.
Entraremos em contato via WhatsApp cadastrado.

Valores por participante:
R$ 9.300,00 via PIX CNPJ: 14.420.713/0001-19
Entrada de 10% para garantir a vaga e o restante poderá ser parcelado até a data do começo do evento.
R$ 9.700,00 no cartão de crédito.

Está incluso:
• Liderança do Tiago Korb
• Alimentação na montanha
• Barraca 4 estações para uso na montanha.
• Fotos digitais do evento feitas com câmera profissional.
• Hospedagens do tipo Airbnb no começo e final do evento.
• Consultoria para aluguel de equipamentos ou compra de última hora.
• Transporte de até 20 kg de carga entre o refúgio x acampamento Salto d’água 4340 m x refúgio.
• Transporte privado entre Mendoza ao Parque Provincial Cordón del Plata (ida e retorno).
• Hospedagens do tipo refúgio de montanha (quarto coletivo) durante a fase de aclimatação. Há Wi-Fi na hospedagem.
• Segurança de um rastreador via Garmin Inreach. Envio e recebimento ilimitado de mensagens do tipo SMS ou e-mail com os seus familiares.
• Até 15% de desconto nos eventos de travessias/cursos para fim de treino: Clube Trekking (www.clubetrekking.com.br/travessias/).

Não está incluso:
• Seguro viagem
• Alimentação em Mendoza
• Custos adicionais em caso de desistência.
• Equipamentos e vestuários de uso pessoal.
• Voos para Mendoza e retorno. Há voo direto a partir de Guarulhos.

Dúvidas e informações:
@clubetrekking no Instagram.
Facebook do Clube Trekking.
E-mail: trilhas@clubetrekking.com.br
Telefones: 55 3317 3400 – 55 98407 1646 (WhatsApp).

Pontos visitados

O CERRO PLATA COM 5943 METROS É EXCELENTE PARA INICIAÇÃO EM ALTA MONTANHA.

O que levar

Documento necessário para entrar na Argentina:
• RG com menos de 10 anos (legível sem danos) ou passaporte dentro da validade.

VESTUÁRIO
Tronco:
1 Jaqueta de pluma
2 Camisetas sintéticas de manga longa
1 Blusa de manga longa de segunda pele com tecido respirável.
1 Jaqueta anoraque com tecido impermeável/respirável e com capuz.
1 Jaqueta de Fleece ou Polartec para ser usada como segunda camada.

Cabeça:​
1 Gorro de fleece
1 Balaclava (opcional)
1 Óculos de montanha com spectron 3 ou 4
2 Bandanas do tipo Ecohead, Buff ou Neck Tube
1 Lanterna de cabeça com pelo menos 100 lúmens e conjunto de pilhas sobressalentes.

Mãos:
1 par de aquecedor químico (opcional)
1 par de luvas segunda camada de fleece
1 par de mittens ou luvas de pluma para o dia de cume.

Pés: ​
1 par de Crampons (opcional)
1 Micropore para o tratamento de bolhas.
1 par de botas duplas para o dia do cume
2 pares de meias de trekking com coolmax
1 par de botas de trekking para os demais dias.
1 par de meias de lã de merino grossas para dia de cume;

Pernas:
1 Calça de trekking​
1 Calça segunda pele
1 Par de polainas (opcional)
1 Calça de fleece ou polartec
1 Calça impermeável com tecido respirável

CAMPING/COZINHA​:
1 Canivete leve
1 Garrafa térmica de pelo menos 1 litro.
1 Fogareiro, 1 panela de 1 a 1,5 litros, 1 colher e 1 xícara.
1 Saco de dormir com com conforto de pelo menos -10 ºC.
1 Reservatório de hidratação de 2 litros de água ou 1 garrafa de policarbonato de 1 litro.
2 Isolantes térmicos (1 inflável com r-value de pelo menos 3,3 e outro de EVA de ao menos 6 mm).

OUTROS:
2 Bastões de caminhada
Material de higiene pessoal
Sacolas plásticas para o lixo
1 Duffel entre 80 a 120 litros.
1 Bepantol para face e lábios
1 Mochila de ataque (opcional)
1 Câmera fotográfica (opcional)
1 Protetor solar de pelo menos 60 FPS.
1 Mochila cargueira com capacidade de pelo menos 65 litros.
Kit pessoal de remédios, é necessário levar Ibuptofeno em comprimidos.

Para ter uma estimativa de custo do aluguel dos equipamentos em Mendoza clique no link: https://clubetrekking.com.br/dicas-e-tecnicas/aluguel-mendoza/

Informações técnicas

Altimetriaaclive total acumulado de 4.968 metros e declive total acumulado de 4.968 metros, portanto, trekking com muitíssima subida acumulada e descida acumulada, recomendamos o uso de um par de bastões de trekking.

Ponto de menor elevação: 2900 metros de altitude. Ponto de maior elevação: 5943 metros de altitude. Altitude média: 4002 metros.
Inclinação máxima de aclive 57,1%. Inclinação máxima de declive -56,5%.
Média de inclinação aclive/declive: 23,9% e -23,7% respectivamente.

Itinerário:
Dia 1. Mendoza (750 m)
Após às 16 horas alugaremos os equipamentos e vestuários faltantes. Pernoite em hospedagem do tipo Airbnb.

Dia 2. Mendoza x Refúgio Mausy (2900 m)
Após o almoço faremos o deslocamento para o Refúgio Mausy. Pernoite no refúgio em um quarto coletivo.

Dia 3. Trekking de aclimatação
Percurso via cumes dos cerros Andresito (3116 m), Arenales (3381 m) e Lomas Blancas (3659 m) com 6,74 km ida e retorno. Pernoite no refúgio em um quarto coletivo.

Dia 4. Adolfo Calle (4260 m)
Trekking de aclimatação com 13,48 km ida e volta. Pernoite no refúgio em um quarto coletivo.

Dia 5. Acampamento Salto superior (4300 m)
Início da caminhada para o nosso primeiro acampamento. Pernoitamos em Salto d’água superior (4340 metros – 6,5 km). Transporte de carga em mulas até 20 kg por pessoa. Pernoite em barraca 4 estações para 2 pessoas.

Dia 6. Descanso
Pernoite em barraca 4 estações para 2 pessoas.

Dia 7. Trekking de aclimatação até 5200 m.
Caminhada de aclimatação (5200 metros – 7,6 km). Retorno ao acampamento Salto d’água superior. Pernoite em barraca 4 estações para 2 pessoas.

Dia 8. Ataque ao cume do Cerro Plata (5943 metros).
Sairemos bem cedo, entre 3 e 4 da manhã dependendo do ritmo do grupo e das condições climáticas para atacar o cume do Cerro Plata (5943 m – 15,3 km ida e volta). Pernoite em Salto d’água superior em barraca 4 estações para 2 pessoas.

DIA 9 – Salto d’água superior x Mendoza (750 m)
Desmontamos acampamento e organizamos a carga para as mulas transportarem. Caminharemos 6,9 km na direção ao refúgio Mausy. Transporte para Mendoza.

Outras informações

Regulamento do evento:
1. Este evento poderá ser realizado com grupo mínimo de 2 e no máximo 4 clientes.
2. Conforme condições climáticas, rendimento do grupo e outros motivos de força maior, o cronograma deste evento poderá ser alterado.
3. Política de cancelamento ou desitência: https://clubetrekking.com.br/dicas-e-tecnicas/cancelamento-desistencia/
4. Esta atividade do Clube Trekking Santa Maria é do tipo trekking em altitude, ou seja, é uma caminhada pesada/extenuante em ambiente de montanha (não é passeio). Não é uma atividade física recomendada para pessoas com qualquer grau de obesidade, problemas cardíacos, lesões nos joelhos/articulações, diabetes, osteoporose e outras doenças graves. Por se tratar de uma atividade de aventura o participante esta exposto à riscos, tais como: edema pulmonar, edema cerebral, quedas ocasionadas em locais escorregadios (gelo) ou aclives/declives acentuados, hipotermia, resfriamento e congelamento das extremidades (queimaduras pelo frio), e  etc. Portanto, é necessário atenção e seguir à risca as informações que o condutor repassar sobre a segurança no local da atividade.

Guias desta expedição:

Luciana Moro
Guia há 11 anos.
Atleta Deuter no Brasil.
Montanhista desde 2011.
Profissional de Educação Física
Brasileira com mais cumes andinos diferentes (31) acima dos 6000 metros.
Sócia proprietária do Clube Trekking Santa Maria e da Loja Bota na Trilha.
Tiago Korb
Guia há 17 anos.
Montanhista desde 2001.
Conduziu até hoje 1465 eventos.
Guiou 45 cumes andinos acima dos 6000 metros.
Mais de 250 travessias realizadas no Brasil, Chile e Argentina.
Proprietário do Clube Trekking Santa Maria e da Loja Bota na Trilha.


Deixe seu comentário: